De repente, 30!  

box_imagens_noticias
icone_categoria

Corrida

iconde_data_post

10 julho, 2020

icone_comentario_post

por marcelo

 

De repente, 30!  

Jamais imaginei que entre todos os textos que escrevi pro blog, um deles seria sobre minha quarentena de corrida. Não parei de treinar desde que pandemia começou. Mantive minha planilha em dia, exagerei até.  E como minha maratona programada foi adiada, resolvi correr os 42km por aqui mesmo. E faltando cerca de uma semana para a “prova” comecei a sentie duas dores distintas: uma na virilha do lado direita e outra no tornozelo esquerdo. Mesmo com esse incômodo que eu achei que era só mais uma “dorzinha”, continuei treinando.
E no dia de correr a maratona, eu que não páro nunca, parei aos 28km. Senti tanta dor que mal conseguia andar. Voltei pra casa de Uber e cá estou de molho há mais de 30 dias. Já se foram quase 15 sessões de fisioterapia depois que a ressonância apontou uma inflamação no músculo ileo psoas e uma bursite no tendão. Não chega ser uma lesão, mas os três médicos que fui me disseram a mesma coisa: repouso! Mantive meus treinos de bike porque não sinto dor quando pedalo. Tomei e estou tomando antiinflamatórios e fiz um exame muito bacana chamado termografia, na Physico.

TERMOMETRIA

O que é?
A Termografia ou Termometria Cutânea por Infravermelho é um método diagnóstico não invasivo que avalia a microcirculação (perfusão tecidual) e as fibras nervosas finas (atividade simpática vasomotora), isto é, quais estruturas estão inflamadas, nervos lesados e/ou alterações de circulação, que possam estar causando dor e desconforto. Tudo isto, com sensores ultrassensíveis que filmam o calor emitido pelo corpo humano em imagens térmicas 3D de alta definição e em tempo real.

Para que serve?
A Termografia ou Termometria Cutânea por Infravermelho tem sido aplicada no estudo da dor, doenças inflamatórias, neuropatias, doenças vasculares e em perícias médicas.

Vantagens
Trata-se de um método não invasivo, sem contraste e indolor que não possui contato com o corpo ou radiação ionizante. É um exame do corpo total que avalia multissistemas (nervoso, vascular e musculoesquelético).

Identificar a causa da dor ou como uma inflamação vai evoluir nem sempre é tão simples pelos métodos diagnósticos tradicionais. Com imagens de corpo total para mapeamento e registro gráfico, pode-se diagnosticar e acompanhar a evolução, e a resposta terapêutica de doenças de forma objetiva e em fase inicial, quando somente alterações funcionais e bioquímicas estão presentes.

A foto que do meu exame mostra exatamente o que houve comigo: os pontos em vermelho com manchas brancas são aqueles de maior incidência de calor e onde há risco de inflmação ou do problema de fato. Isso ajuda o médico e o fisioterapeuta a conduzir melhor o tratamento.

Avaliação Física

Uma das melhores formas de previnir lesões e evitar o pior é manter a avaliação física em dia.
A partir da avaliação física é possível identificar limitações, doenças e prioritariamente a condição e aptidão física atual do avaliado, além de sua anatomia. Os testes avaliativos devem ser realizados periodicamente e sempre comparados ao anterior, para descobrir se ocorreram melhorias ou perdas, tanto no aspecto condicional como no físico.

Os principais objetivos são mensurar e detectar o estágio de condicionamento da pessoa e suas capacidades físicas, além de aptidões biológicas, fisiológicas, e descobrir a ocorrência de alguma doença pré-existente. Para isso, são realizados diferentes testes.

Veja os principais métodos de avaliação física

Anamnese
É uma sondagem e investigação da condição de saúde do individuo em relação ao diagnóstico de doenças, principalmente as hereditárias. Deve ser realizada a priori dos testes e avaliações físicas.

Avaliação antropométrica
Mensura as medidas corporais do indivíduo:  peso, altura, diâmetros articulares, medidas circunferenciais de braços, pernas, coxas, abdômen, quadril etc.

Avaliação postural
Detecta padrões anatômicos, desvios posturais. Uma das principais intenções é justamente corrigir ou amenizar os possíveis distúrbios anatômicos, fortalecendo grupos musculares e articulações através da indicação e realização de exercícios específicos. O individuo que tem boa postura, é aquele que consegue se manter em posição ortostática, exigindo mínimo esforço do sistema articular e muscular.

Avaliação nutricional
Esta se preocupa com a ingestão de nutrientes ou a falta deles na dieta da pessoa.Com isso, é possível montar uma rotina alimentar balanceada, com consumo proporcional ao gasto de energia, evitando a reserva ou falta de nutrientes. A dieta deve ser composta da maior variedade possível de nutrientes, desta forma garante a demanda de macro e micronutrientes.

Avaliação cineantropométrica
Estes testes físicos avaliam as medidas do aluno em movimento. Como a velocidade, a força, a resistência e a agilidade. Porém é importante ter cautela em relação à aplicação de testes físicos para cardiopatas, hipertensos, obesos mórbidos e pessoas acometidas por doenças que fazem parte de grupos de riscos.

Virgínia Nalon (é jornalista da TV Record, triatleta, mãe do Seven e filha do Deus vivo!)

 

Inscreva-se na nossa Newsletter
e participe de promoções!

divisorias
icone_endereco

Av. Dr. Otacílio Negrão de Lima, 3850
Bandeirantes - Pampulha - BH/MG

icone_celular

31 4103-8029 | 98464-8029