Você conhece o Duathlon?

5 anos atrás

Você conhece o Duathlon ?

Quase todo mundo já ouviu falar em triathlon, certo? Nadar, pedalar e correr. Tudo ao mesmo tempo! Uma loucura!! Mas nem todas as pessoas sabem que existe ainda a chance de fazer apenas duas modalidades de cada vez. O duatlon ainda é pouco comum entre os esportistas, mas tem caído no gosto do pessoal que não gosta muito de nadar. No meu caso, por exemplo, a natação não é o meu forte. Tive um episódio de quase afogamento durante uma viagem com um grupo de pessoas do meu trabalho. Fui brincar com uma prancha, daquelas de amarrar no pé, e uma onda grande quebrou em cima de mim e aí perdi o controle da prancha e acabei sendo levada por ela. Tomei caldos, mesmo sabendo nadar, entrei em pânico e fui resgatada pelo salva vidas. Assim que saí da água tive câimbra e vomitei. Esse fato me marcou demais e desde então criei um bloqueio pra nadar em águas abertas. Consequentemente, quando entro na piscina, meu corpo trava e custo pra desenvolver um nado constante e forte como exige o triathlon. Eu superei o trauma, mas ainda não superei meus limites. Meu nado precisa melhorar urgente!!!

Enquanto isso, invisto nos treinos longos e pesados de bike e nas corridas de acordo com a minha planilha semanal. Estou mais pra ser uma Biatleta do que uma triatleta neste momento. Mas é só neste momento! O duathlon tem se tornado cada vez mais popular. Além de queimar calorias, trazer mais confiança e autoestima, a bike e a corrida juntas são capazes de melhorar a depressão, contribuem com a sociabilização, aliviam o stress, fazem com que você tenha uma boa noite de sono e ainda, propiciam um delicioso bem-estar emocional. Lógico que há um desgaste físico, afinal, são duas atividades que vão exigir muito do corpo e da mente. É preciso estar focado pra conseguir pedalar, correr e em algumas provas, o atleta pedala, corre e pedalar de novo. HAJA FÔLEGO! E ele pode ser praticado indoor, na estrada ou nas montanhas. As variações são muitas e é preciso muita coragem pra começar a praticar essa modalidade.

Para quem tem problemas articulares é importante marcar uma consulta médica, antes de se aventurar no mundo da atividade física, mesmo com orientação profissional, é preciso estar preparado para os desafios a que seu corpo vai ser exposto. Se você já pratica alguma atividade física e quer aderir ao duathlon, fique atento: a modalidade não é indicada para as iniciantes que apresentam dores nas costas, desalinhamento postural, desequilíbrio muscular e desgastes nas cartilagens, devido ao impacto que suas articulações serão expostas na corrida e ao posicionamento em que a bike (bicicleta indoor) exige para o treino. E aí, vai encarar o duplo desafio?

*Virgínia Nalon é atleta da Guana Trainer, jornalista, trabalha na TV Record Minas e nada (um pouco), pedala e corre (muito).